20 pontos da capital receberam o mutirão do Bora Belém


Foto:Reprodução - Kamilla Canhedo/ COMUS

A ação foi promovida pela Fundação João Paulo II no último sábado, 23, e atendeu milhares de famílias em mais de 20 pontos da capital. A meta da Funpapa é trazer 3 mil novas familias no programa.


Segundo a Funpapa, o objetivo da ação foi fazer a busca ativa das pessoas que estejam dentro dos critérios para serem incluídas no programa e, assim, dar celeridade para que mais famílias comecem a receber, ainda no mês outubro.


Segundo Alfredo Costa, presidente da FUNPAPA, o orçamento do programa é de R$60 milhões de reais. “A meta do programa é atender cerca 22 mil famílias.


Houveram outras atividades, até mesmo inserção de famílias no Cadastro Único do Governo Federal.


O programa de renda básica está aberto a gestantes e famílias de baixa renda com filhos de 0 a 17 anos.


O Bora Belém, cujo objetivo é combater a fome dos que mais precisam, situação agradava pela pandemia de covid-19 e pelo corte do Auxílio Emergencial de muitas famílias, promovido pelo governo Bolsonaro, tem a cooperação do Governo do Pará, cujos pagamentos, operados pelo Banco do Estado do Pará (Banpará), já chegam a meio milhão de reais. Atualmente o Bora Belém atende mais de 8 mil famílias em situação de vulnerabilidade na capital paraense.

168 visualizações0 comentário