8 de março é pra comemorar? Brasil ocupa o 5° lugar no ranking de violência contra a mulher

8 de março, o dia internacional da mulher, trata sobre as conquistas femininas sociais, políticas, e econômicas advindas da luta das mulheres ao longo dos anos.


Do ponto de vista da historiografia o dia tem origem na Rússia em, 8 de março de 1917 quando as mulheres proletárias foram as ruas reivindicar por seus direitos, melhores condições de vida e de trabalho.


O dia internacional da mulher só veio a ser oficializado em 1921.


A reflexão que fazemos acerca do dia é para pontuar as opressões que as mulheres sofrem, a violência diária que ceifa muitas vidas, o Belém Notícias, faz reflexões acerca das vidas perdidas, dos dados absurdos de violência contra a mulher no estado do Pará.


Foram 50 casos, de feminicídio no Pará, a modelo Geordana, de 21 anos, Edrica Silva de 19 anos, Leticia do Carmo de 22 anos e muitas outras vítimas que foram brutalmente assassinadas por namorados, maridos e ex-companheiros.


Feminicídio é o homicídio doloso praticado contra a mulher, ‘’pela condição do sexo feminino’’, ou seja, subjugando a mulher como inferior, pela condição de ser mulher.


Os dados de feminicídio no estado do Pará dos dez primeiros meses de 2021, foram de 50 casos segundo dados da secretaria de segurança pública e defesa social do Pará (SEGUP).




6 visualizações0 comentário