Alerta: Rio Tapajós ultrapassa cheias de 2009 e 2021 e preocupa defesa civil



O boletim da defesa civil divulgado nesta segunda-feira,4, apontou que o Rio Tapajós, localizado em Santarém, oeste do Pará, ultrapassou as marcas históricas das cheias ocorridas em 2009 e 2021, neste mesmo período. A régua da Agência Nacional das Águas (ANA), instalada no porto da Companhia Docas do Pará (CDP), marcou 7,53 metros.


Historicamente, a maior cheia do Rio Tapajós ocorreu em 2009, quando alcançou a marca de 8,31m, no final do mês de maio. Ainda assim, 2022 superou o nível desse marco para o período (04/04), estando com cotas superiores as de 2009 e 2021, anos em que alcançaram 7,50m no início de abril.


De acordo com a Defesa Civil do município, existem 102 famílias desalojadas em decorrência das fortes chuvas na cidade.

82 visualizações0 comentário