Alimentos que compõe a mesa da ceia de ano novo está 21% mais caro em Belém


Foto/reprodução


A segunda parte das festividades de final do ano chegou, na virada de 2021 para 2022 que ocorre hoje, sexta-feira (31), e deve animar paraenses que querem comemorar o réveillon. Muitos ainda se reúnem para cear e se confraternizar.


Os principais itens que compõe a mesa da ceia de fim de ano sofreram reajustes de 21,77%, e estão mais elevados, é o que aponta o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese-PA).


Peru sadia - 21% mais caro, custando em média R$ 24,92 o quilo. O aumento no preço do pernil da mesma marca foi 11,46% nos últimos 12 meses, sendo vendido em médio a R$ 29,76 o kg.

Peru Chester – está custando no supermercado em média R$ 23,61 - quase 28%.


Frango (22%); bacalhau (26%, com o quilo chegando a R$134) e azeite de oliva (20%).


Ainda segundo o Dieese, as frutas consumidas tradicionalmente nesta época também registraram aumentos significativos, com destaque para a ameixa seca sem caroço (50,75%), maçã verde (35,66%), castanha portuguesa (35,03%) e castanha do Pará sem casca (28,97%).

11 visualizações0 comentário