Aproveite! Peixe está mais barato em Belém


Foto: Agência Pará


Pelo sétimo mês consecutivo o preço do pescado comercializado nas feiras e mercados municipais de Belém apresentou nova queda de preço. Quem apontou a queda nos preços foi a pesquisa realizada no mês de outubro, divulgada na última quarta-feira (17), pela Secretaria Municipal de Economia (Secon) e Departamento Intersindical de Pesquisa e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA).


As espécies com quedas de valor mais expressivos, observadas pelos órgãos no mês passado, foram tamuatá, com queda de 8,69%; seguida do tambaqui, 8,68%; tucunaré, 8,41%; gurijuba, 7,91%; curimatã, 6,41%; pescada amarela, 6,36%; Mapará, 6,15%; serra, 6,02%; cachorro de padre, 5,88%; sarda, 5,87%; aracu, 5,85%; tainha, 5,49%; arraia, 5,20%; filhote, 4,71%; traíra, 3,14%; dourada, 3,08%; e pescada branca, com queda de 2,66%.

Possíveis aumentos:


Segundo Fernando Souza, que é presidente do sindicato dos peixeiros de Belém, o preço pode subir no final de novembro, como recuperação, após os meses de queda, causada pelo pequeno surto da doença “urina preta”.

12 visualizações0 comentário