Auxílio Brasil: Caixa libera hoje (20) o pagamento a beneficiários com NIS 3


foto: kid junior

Os beneficiários do Auxílio Brasil — programa de transferência de renda que substituiu o "Bolsa Família" — com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 3 recebem o pagamento a partir desta quinta-feira (20). O valor médio é de R$ 400.


Para receber regularmente o pagamento, é necessário estar com o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) atualizado, já que a transição do antigo Bolsa Família para o programa rebatizado não requer recadastramento. O benefício é destinado às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no País, com renda mensal de meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos. Veja o calendário de pagamento do Auxílio Brasil 2022 MÊS DE JANEIRO


  • Final do NIS 1: 18/01

  • Final do NIS 2: 19/01

  • Final do NIS 3: 20/01

  • Final do NIS 4: 21/01

  • Final do NIS 5: 24/01

  • Final do NIS 6: 25/01

  • Final do NIS 7: 26/01

  • Final do NIS 8: 27/01

  • Final do NIS 9: 28/01

  • Final do NIS 0: 31/01


Como se inscrever no Auxílio Brasil? O cadastro para participar do Auxílio Brasil é o mesmo que era utilizado no Programa Bolsa Família, sendo realizado pelos municípios, onde um responsável familiar deve procurar o setor responsável pelo cadastramento na sua cidade, que, geralmente, é realizado pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). No entanto, as famílias passam ainda por uma seleção que vai considerar as regras do programa e a quantidade de famílias atendidas no município, além do limite orçamentário destinado ao Auxílio Brasil. Para ingressar no programa de transferência de renda do governo, o chefe da família deve comprovar:


  • Renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais;

  • Renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.


São ainda critérios para permanecer no programa:


  • No caso de existência de gestantes, o comparecimento às consultas de pré-natal, conforme calendário preconizado pelo Ministério da Saúde (MS);

  • Participação em atividades educativas ofertadas pelo MS sobre aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de inclusão de nutrizes (mães que amamentam);

  • Manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;

  • Acompanhamento da saúde de mulheres na faixa de 14 a 44 anos;

  • Garantir frequência mínima de 85% na escola, para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos.


68 visualizações0 comentário