Belém registra aumento de casos de dengue



Sesma já contabilizou 264 casos de dengue na capital paraense. Belém registra um aumento de 97,2% nos números de casos da dengue em relação ao mesmo período do ano passado. Já o número de casos de chikungunya, de janeiro até agora foram registradas duas ocorrências.


Sobre o aumento dos casos, a Sesma explica que pode ter havido uma subnotificação. “Ano passado, a população estava muito preocupada com a chegada da pandemia. E, como os sintomas se assemelham, as pessoas acabaram dando mais atenção para o coronavírus do que para a dengue. Pode ter tido uma subnotificação. As pessoas acabaram ficando mais em casa, de repente, sem saber que estavam com dengue”. Explico, Tadeu Morais, Coordenador do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD). No mesmo período do ano passado foram 16, o que corresponde neste ano a uma redução 12,5%. Em relação à Zika, há dois anos nenhum caso é confirmado em Belém.


A Sesma continua realizando ações de vacinação e prevenção ao Aedes Aegypt. Uma delas, é a instalações de armadilhas para prender o mosquito. As ovitrampas simulam o ambiente perfeito para a procriação do Aedes aegypti: um vaso de planta é preenchido com água, que fica parada, atraindo o mosquito. Nele, os agentes da Sesma inserem uma palheta de madeira, que facilita que a fêmea do Aedes coloque ovos. Dentro do recipiente, é colocada uma substância larvicida. Dessa forma, os vigilantes conseguem observar de maneira mais rápida e eficiente a quantidade de mosquitos naquela região e aceleram as ações de combate, sem que o inseto se desenvolva.


É necessário que a população esteja atenta não só para perceber os sinais de sintomas das patologias, como deve redobrar os cuidados para evitar a proliferação do mosquito transmissor.

Sesma e Sesan, trabalham conjuntamente para que entulhos que também servem como proliferador de focos sejam retirados das ruas e dos canais. Nos nesses primeiros 100 dias de Governo há ações, todos os 65 canais passaram por limpeza e uma grande força tarefa, mais de 56 mil toneladas de lixo foram retiradas das ruas e dos canais de Belém.

13 visualizações0 comentário