Belém se destaca com umas das capitais que mais vacina contra o coronavírus no país


Foto: Vista do alto Belém - reprodução infoescola

Enquanto a pandemia do coronavírus segue produzindo recordes diários de mortes no Brasil, o ritmo da vacinação contra a Covid a nível nacional ainda é lento. No entanto, a capital paraense vem se destacando na imunização contra a Covid, até na última segunda-feira (28), já tinham sido aplicadas 831.130 doses da vacina contra a covid-19.


Conforme dado mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital paraense tem população estimada em 1.499.641 pessoas. E contabiliza a aplicação de 242.850 segundas doses e de 588.270 primeiras doses (D1), dados coletados da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma).


Comparada a outras capitais, Belém está bem à frente da média, tudo isso reflete sobre o preparo que a Prefeitura de Belém tem feito sobre o enfrentamento à pandemia e articulação para a aquisição de imunizantes. Foram usadas até o momento três diferentes marcas de vacinas, sendo 405.556 mil doses da Coronavac, 234.958 mil da Astrazeneca e 190.616 da Pfizer.



Foto: reprodução CNN Brasil

Imunização acima da média:


De acordo com dados atualizados pelo Sesma, 242.850 de pessoas já tomaram a segunda dose dos imunizantes contra o coronavírus em Belém, como citado anteriormente.


Os grupos que já receberam duas doses da vacinação em números: Idosos - 199.432 mil D1 e 182.865 mil D2, o que corresponde percentual de 91,7% da população idosa de Belém completamente imunizada. Profissionais da saúde - 67.224 mil D1 e 43.543 mil D2.


Outros grupos com a primeira dose: 53.467 mil pessoas com comorbidades; 9.354 mil pessoas com deficiência, 10.118 mil agentes das forças de segurança e salvamento, 6.097 mil grávidas, puérperas e lactantes com bebês de até seis meses de vida.


Populações tradicionais: 492 indígenas, 747 ribeirinhos e 1197 quilombolas.


Mais grupos vacinados: 1.411 bancários, 1.912 trabalhadores da limpeza urbana, 2.535 portuários e aeroportuários, 2.689 estudantes da área da saúde, 5.768 membros das forças armadas, e 22.356 trabalhadores da educação.


É importante fazer esse reconhecimento do esforço da gestão do prefeito Edmilson Rodrigues junto ao Governo Estadual para acelerar o processo de vacinação. E sem contar com o apoio de mais de mil trabalhando na imunização.

232 visualizações0 comentário