Belém tem programação especial para a 20ª semana Nacional de Museus. Confira!


Foto: Agência Belém

A vigésima Semana Nacional de Museus traz o tema: O Poder dos Museus. É de grande importância reconhecer o Poder dos Museus. Isso pode ser libertador.


O Poder dos Museus está presente em suas ações de pesquisa, preservação, conservação, educação, comunicação, ação cultural, gestão, inovação tecnológica, cumprimento de suas funções sociais e criação de repertórios para o futuro. Os museus são construtores de futuro e por isso são poderosos.


A Semana Nacional de Museus é uma das ações da Política Nacional de Museus do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) construída e proposta, de forma articulada, com o setor museal brasileiro e que tem como propósito mobilizar os museus de todo o país, a partir de um esforço de convergência de suas programações em torno de um mesmo tema.


Em Belém, o Palacete Bolonha e o Museu de Arte de Belém (Mabe) irão contribuir para a Semana de Museus, por meio de uma programação que vai ocorrer no Palacete Bolonha.


O prédio histórico localizado no coração da cidade será palco de palestras, recitais e rodas de conversa.



Confira a programação completa: :

20ª Semana de Museus

  • 17 de maio - 16h - Abertura

  • Local: Museu Casa Francisco Bolonha

Palestra: “Os museus no poder, o poder dos museus”.


Os museus são espaços historicamente ligados a projetos de prestígio e poder. Dos gabinetes de curiosidades dos séculos XV e XVI, até os grandes museus coloniais do século XIX e início do século XX, estas instituições desempenharam papel crucial na consolidação dos estados-nação, a partir de narrativas totalizantes que privilegiavam a representatividade de pequenos grupos políticos em detrimento ao apagamento compulsório de outros extratos da sociedade, um estatuto que somente em meados do século XX passou a ser contestado.


Palestrante: professora Marcela Cabralit (museóloga e professora do Bacharelado em Museologia da UFPA)



  • 18 de Maio - 16h

  • Local: Museu Casa Francisco Bolonha

Roda de conversa: Debate “Pensando a Museologia Social a partir da Amazônia: o caso do Memorial da Vila da Barca”


A Museologia Social propõe uma visão global sobre do Patrimônio Cultural. Nela o protagonismo antes reservado a museus e suas coleções, é deslocado em favor de uma atuação efetiva de sujeitos e seus territórios, proposição desenhada com maior nitidez a partir da Mesa de Santiago do Chile, de 1972. No ano do seu cinquentenário, avaliar o impacto produzido por tal deslocamento, nesse caso a partir da Amazônia, amplia a possibilidade de que novos atores sigam atuantes dentro deste cenário.

Convidado: Kelvyn Gomes (professor, historiador e coordenador do Projeto Memorial da Vila da Barca).

Mediador: Emanoel de Oliveira Junior (diretor do Museu de Arte de Belém – MABE/Fumbel


  • 19 de maio

  • Local: Museu Casa Francisco Bolonha

16h - Roda de conversa e lançamento de livros

- Café Literário


Debate e apresentação de obras literárias sobre a cidade de Belém, uma vez que os museus são locais de poder e, portanto, as cidades sempre tiveram a arquitetura e a fotografia como um testemunho deste poder.


José Sidrim – Os sinos do ecletismo em Belém do Pará. Editora Appris.

Autora: Ana Lea Nassar Matos


18h - Paisagens urbanas: fotografia e modernidade em Belém do Pará (1846-1908). Editora Dialética.

Autora: Rosa Claudia Cerqueira Pereira



Recital Fundação Carlos Gomes:

Recital Duo de Flauta e Violão

Músicos: João Pedro Pagliosa e Mauricio Gomes


  • 20 de maio - 9h às 12h e 15h às 18h

Econtro com Educadores de Arte

Facilitadora: Rosa Arraes (diretora do Museu Casa Francisco Bolonha)


Dia reservado para receber Educadores e Educadoras de arte em um diálogo entre o museu e as instituições de educação pensando em promover um debate de subjetividades integrando a educação museal e a educação de arte do município, visando possibilidades múltiplas de suas coleções como fontes inesgotáveis de conhecimento e de construção da sócio-diversidade.


  • 21 de Maio - 8h

Rota dos Palacetes - Concentração e saída do Palacete Mac Dowell


Chegada no Palacete Bolonha com visitação e feira de cultura.


O roteiro engloba oito dos principais palacetes localizados no Bairro de Nazaré, apresentando um pouco de sua História, Arquitetura e Arte com o objetivo de lançar novos olhares e fomentar o debate a respeito da Cidade, suas construções, estilos arquitetônicos e as memórias relacionadas ao Patrimônio Histórico.


Saída: as 08:00hs - Palacete Mac Dowell/Museu da Assembleia de Deus - Av. Gov. Magalhães Barata, 53 (próximo a 14 de março).


Chegada: Museu Casa Francisco Bolonha - Av. Gov. José Malcher, 295 (próximo a Dr. Moraes)

19 visualizações0 comentário