Blogueiro é acusado por Prefeito de Cametá de calunia e difamação


Blogueiro Leosan Foto: reprodução redes

O prefeito de Cametá Victor Cassiano (MDB), entrou com um processo de ‘Queixa Crime’ de calunia e difamação contra o blogueiro Leosan, que recebeu uma intimação do Ministério Pública (MP). Na ação, o prefeito também pediu a prisão preventiva de Leosam Arnoud, mas o juiz negou.

Em uma live, o blogueiro Leosan disse que estava ameaçado de morte pelo prefeito que o acusou de ser financiado pelo tráfico de drogas e jogo de bicho e a um vereador da cidade.


De acordo com o prefeito Cassiano em nota disse que, “há provas de que o blogueiro praticou os crimes dos artigos 138, 139 e 140, do Código Penal Brasileiro, motivo pelo qual seria plenamente possível a decretação de sua segregação cautelar, aliado ao fato de que em liberdade estaria apto a continuar praticando os crimes, o que feriria a ordem pública”, ressaltou.


Prefeito de Cametá - Victor Cassiano // Foto: reprodução redes

Na sentença, o juiz deferiu em parte o pedido do prefeito. Diz a sentença que “ à vista de todo o exposto, arrimado nos recentes precedentes do STF e acompanhando o parecer do Ministério Público, defiro os pedidos formulados pelo querelante Victor Correa Cassiano em desfavor de Leudercio do Socorro Arnoud Monteiro, conhecido por Leosam, aplicando-lhe com base na necessidade, proporcionalidade e adequação, com fulcro no art. 282, I, II, §1º e §2º, do CPP e no poder geral de cautela, as seguintes medidas cautelares diversas da prisão:


1 – Proibição de qualquer espécie de manifestação quanto ao querelante (blogueiro), inclusive nos aplicativos whatsapp, facebook, instagram e twitter;


2 – Entrega do (s) seu (s) notebook (s) e computador (es), bem como de seu (s) aparelho (s) celulares, no prazo de 24 horas a contar da intimação desta decisão, a fim de que sejam acautelados até decisão posterior;


3 – Suspensão temporária de seu perfil nas redes sociais whatsapp, facebook, instagram e twitter até decisão ulterior e proibição de frequentar quaisquer das redes sociais acima.”






28 visualizações0 comentário