Brasil registra terceiro caso de varíola de macacos


Foto: Reprodução

No último domingo (12). Trata-se de um homem, com 41 anos e que estava em Portugal. Ele já está em isolamento, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.


O caso foi notificado à Saúde pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) do Rio Grande do Sul após a confirmação laboratorial por RT-PCR realizada pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo (IAL/SP).


Segundo nota do ministério, o paciente está em isolamento, com quadro clínico estável, sem complicações e está sendo monitorado pelas Secretarias de Saúde do Estado e do Município. “Todas as medidas de contenção e controle foram adotadas imediatamente após a comunicação de que se tratava de um caso suspeito de monkeypox, com o isolamento do paciente e rastreamento dos seus contatos, tanto nacionalmente quanto do voo internacional, que contou com o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, informa a Saúde.


LEIA MAIS:

+ Anvisa recomenda medidas de prevenção à varíola do macaco

+Brasil registra o primeiro caso de varíola dos macacos


Ao contrário do comunicado emitido inicialmente pelo Ministério da Saúde, que afirmou que o paciente era residente da capital gaúcha, consta em informe da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul que, na verdade, o homem encontra-se em viagem a Porto Alegre.


“O caso, que estava em monitoramento desde o dia 27 de maio, trata-se de um homem que encontra-se em viagem a Porto Alegre. O homem procurou atendimento médico no último dia 19 e novamente no dia 23 de maio. Paciente desconhece contato com pessoas em Portugal que sejam confirmadas ou suspeitas para a doença varíola do macaco até o presente momento e relata melhora parcial das queixas citadas com tratamento instituído”, diz a secretaria.

19 visualizações0 comentário