Corpo de Bombeiros alerta para o manuseio de fogos de artifício durante festas de fim de ano


Imagem: Reprodução.

Com a chegada das festas de fim de ano, principalmente o réveillon, aumenta a procura por fogos de artifício. Por isso, de acordo com o Corpo de Bombeiros do Pará é fundamental ficar atento a uma série de medidas para evitar acidentes. Alguns cuidados, como adquirir os produtos de empresas licenciadas e fiscalizadas pelo exército Brasileiro e inspecionadas pelo Corpo de Bombeiros são de extrema importância.


Os fogos de artifício são divididos em quatro classes. São eles: Classe A que possui menor potencial ofensivo. A exemplo: os estalinhos que são destinados a jovens e adolescentes na faixa de 16 anos. A de Classe B tem um poder pireufórico médio, também na faixa de 16 e 17 anos, que são as bombinhas. A de Classe C tem um poder de detonação maior, identificados como fogos de artificio os quais só podem ser manuseados por adultos acima de 18 anos e a de Classe D, manipulado somente por profissionais blaster, utilizados em shows pirotécnicos.


O Corpo de Bombeiros do Pará atua no serviço preventivo com inspeções periódicas nos estabelecimentos comerciais que vendem produtos de bombinhas e fogos de artifício. A Corporação realiza ações de orientação e recomendações de emergência que a loja deve cumprir.


Em casos de ocorrência de acidente com fogos de artifício o Corpo de Bombeiros do Pará dispõe de uma equipe exclusiva de serviço de pré-atendimento hospitalar que atua após detectado o chamado de ocorrência pelo CIOP ao Corpo de Bombeiros, que possui toda a estrutura e logística adequada para este tipo de atendimento

14 visualizações0 comentário