Corpos de Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira foram encontrados, diz esposa do jornalista




A mulher do jornalista britânico Dom Phillips, Alessandra Sampaio, disse nesta segunda-feira (13) a um jornalista que os corpos dele e do indigenista Bruno Pereira haviam sido encontrados. Os dois estão desaparecidos há uma semana no Vale do Javari, no oeste do Amazonas, na fronteira com o Peru. A esposa do jornalista confirmou a portal de notícias.


De acordo com o jornalista, a Embaixada Britânica comunicou aos familiares de Dom Phillips que eram os corpos dos dois. Em outra ligação, de acordo com Trigueiro, a Polícia Federal informou à Alessandra que os corpos precisam ser periciados para a confirmação dos óbitos de ambos.


O desaparecimento dos dois foi comunicado na segunda-feira (6). A Univaja relatou que eles deixaram de fazer comunicação entre comunidade Ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte, no Oeste do Amazonas. O local fica próximo à região fronteiriça entre o Brasil e o Peru.

REPERCUSSÃO INTERNACIONAL


Durante toda a semana, veículos de imprensa e movimentos sociais do mundo todo pressionaram o governo brasileiro para reunir esforços nas buscas pelos dois desaparecidos. O The Guardian, o qual Dom Phillips era colaborador, "ser crescente o medo em relação à segurança dos dois homens que desapareceram na floresta dias após terem recebido ameaças."

Veículos como a BBC News e o francês Le Monde publicaram o apelo das famílias desaparecidas e a cobrança pela celeridade nas investigações do caso. "Cada minuto conta, cada trecho de rio e de mata ainda não percorrido pode ser aquele em que eles aguardam por resgate", afirma a nota assinada pela esposa de Pereira, Beatriz Matos, publicada na rede britânica.








*Com informações de JC*

196 visualizações0 comentário