Costela-de-Adão. Saiba como cuidar!


Tropicais e charmosas, as costelas-de-adão são plantas que cabem perfeitamente em casas ou residências. Elas ficam bem em vasos grandes e pequenos, tudo de acordo com o gosto da pessoa.


A planta recebe esse nome por conta de sua aparência, que mais parece uma costela.


Cuidados:


Exposição ao sol:


Sendo uma planta tropical, a Costela-de-Adão gosta de sol, no entanto, tudo deve ser feito com moderação. Ela sobrevive sendo exposta uma luz indireta e em locais que recebem claridade por apenas um período do dia.


Atenção, se as folhas de sua plantinha estão ficando amareladas, é porque estão recebendo luz demais do sol.


Solo:


Ela precisa de uma boa drenagem e de um solo fresco, a dica é trocar de vasos uma vez por ano. Quando você achar que o tamanho da planta já é o suficiente para decorar a sua casa, mantenha-a no mesmo recipiente e certifique-se que a terra esteja sempre nutritiva e com boa drenagem.


Água:


É preciso regar o solo cerca de duas vezes por semana, isso também dependerá de onde a planta estará localizada. No inverno esse esquema mudará, o recomendado é que seja de 15 em 15 dias.


É fundamental a checagem do solo para ver se há necessidade de regar a plantar naquele momento.


O que não fazer:


Evite plantar outras espécies no mesmo vaso que a costela-de-adão, uma vez que elas secretam substâncias químicas pelas raízes, o que pode inibir o crescimento de outras plantas. Também não submeta o vegetal a mudanças de extremas no ambiente, como lugares com ar condicionado ou aquecedor. Não deixe com que o vento quente ou frio incida diretamente sobre as folhas.

13 visualizações0 comentário