Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+: Prefeito de Belém faz homenagem em live


Hoje segunda-feira, dia 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Este ano, ao invés de colorir as ruas no Brasil e em diversos países mundo afora, a tradicional celebração da diversidade contará com mobilizações virtuais.


O Dia do Orgulho LGBT no Brasil começou a ser comemorado em 1995, no Rio de Janeiro (RJ), ou seja, quase 30 anos depois dos Estados Unidos. Em Belém, a primeira parada gay foi realizada em 28 de junho de 2002.


O prefeito Municipal de Belém, Edmilson Rodrigues, em sua live, tratou justamente desse tema, sobre a luta incansável por direitos, respeito e contra os obstáculos impostos por uma sociedade civil majoritariamente preconceituosa e um governo alicerçado em ideais arcaicos e patriarcais.


Uma das promessas de campanha do prefeito Edmilson, é implantar o abrigo de acolhimento à comunidade LGBTQIA+ que estejam em risco de vida. E já dando andamento à criação, na quarta-feira (30), uma reunião com as secretarias municipais para já fazer acontecer essa proposta.


Como surgiu o Dia do Orgulho Gay?


Dia Internacional do Orgulho Gay teve uma origem marcada pela intolerância e repressão policial.


O ano era 1969 e a cidade, Nova Iorque, e um grupo de gays, lésbicas e transsexuais estava curtindo a noite no bar Stonewall Inn quando aconteceu uma batida policial no local.


O discurso que os policiais utilizaram era que tinham que prender os clientes por “conduto imoral”, ação corriqueira em ambientes frequentados pela comunidade LGBTQI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, intersexuais e outros).


Mas, diferente do que aconteceu em batidas policiais anteriores, naquela madrugada, os frequentadores do bar resolveram reagir. Com o apoio de simpatizantes, fizeram uma mobilização junto com uma multidão para responder à perseguição policial contra a comunidade.


O protesto durou mais duas noites, dando origem a várias outras mobilizações em favor dos direitos dos homossexuais em cidades americanas. No ano seguinte, surgiu a primeira parada do orgulho LGBTI: o dia era 1º de julho de 1970.


O movimento LGBTI ganhou forças em todo o mundo, somando a ele ainda outros grupos e se tornando o Dia do Orgulho LGBTQI+ para englobar todas as orientações sexuais e de gênero.






59 visualizações0 comentário