Dia mundial do Solo: Um alerta para a importância de conservar esse recurso natural



O solo, esse que pisamos, que plantamos, que mantem a vida no planeta terra, é comemorado hoje, 5 de dezembro, Dia Mundial do Solo, e segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), 38% da solo do planeta é ocupado por plantação agrícola, o que equivale a 5 bilhões de hectares.


As afirmações acima estão embasadas em dois grandes pontos, o da degradação da vegetação natura o que é negativo para o planeta, e a produção agrícola em grande quantidade, que move a economia através das exportações dos produtos produzidos no solo que serve como alimento para a população, no entanto destrói parte do natural do planeta.


É urgente reconhecer o solo como um sistema vivo, formado da integração entre minerais, ar, água e organismos, e também primordial para o desenvolvimento agrícola, a estabilidade dos ecossistemas, a segurança alimentar e as pressões de uma população em crescimento mundial.

Com parte do solo do planeta ocupado pela agricultura surge uma preocupação ambiental e por isso a necessidade e compromisso da FAO. Deste modo a preservação do solo é importante para a melhor e maior produtividade, e mesmo para manter a vegetação natural do planeta.


O solo com sua biodiversidade pode ser útil para a redução de gases de efeito estufa, e ajudar o planeta terra ser mais saudável, pois o solo fértil pode capturar os gases poluentes, o gás carbônico CO2, responsável pelo aquecimento do planeta terra.

11 visualizações0 comentário