Diretora do Remo acusa o diretor de segurança do Paysandu de agredi-la


Foto: Reprodução GE-pa

O coordenador de segurança do Paysandu, Luciano Mendes, está sendo acusado de agredir a diretoria de operações e logísticas do Remo, Valeny Silva, durante uma confusão que se formou após o termino da partida realizada na quarta-feira (06).


No vídeo captado pela TV Liberal, é possível ver Luciano acertar um soco no rosto de Marcelo. Em seguida, Valeny vai tirar satisfação com o funcionário bicolor e a diretora azulina já aparece no chão.











Em nota, o Paysandu diz que já está analisando todas as imagens e que irá tomar providências “se for necessário”.


“O Paysandu Sport Club informa que já começou a analisar e apurar todas as imagens, tantos as que estão sendo imputadas aos prestadores de serviços do clube, como também as de pessoas ligadas ao Clube do Remo.


Tudo será verificado e analisado. Se for necessário, haverá penalidades aos que estiverem ligados ao Clube e pedidos de penalidades aos que estiverem ligados ao rival.”


O Remo também se manifestou sobre o assunto em nota. O clube condena a atitude do coordenador de segurança do Paysandu e cita que o mesmo já esteve presente em outra confusão entre os clubes.


“Dentro do gramado, após o jogo, houve uma agressão pelas costas do senhor Luciano Mendes, coordenador de segurança do Paysandu Esporte Clube, contra o nosso diretor Marcelo Bentes, que comemorava o título com os nossos jogadores. A covardia do coordenador de segurança foi além do imaginário ao agredir a nossa coordenadora de operação e logística, Valeny Silva, com um soco na frente de várias testemunhas. Ambas as agressões estão registradas em vídeo e foram divulgadas pela imprensa. Este senhor já havia sido citado por coagir membros do nosso departamento de Marketing e Comunicação, no clássico da fase classificatória do Banpará Parazão.”




*Com informações de GE - PARÁ*

16 visualizações0 comentário