Em Brasília, secretário da Sehab se reúne com o secretário nacional de Habitação


Foto: Reprodução site Agência Belém


Planejar ações para garantir o acesso à moradia digna, possibilitar a participação dos representantes da sociedade e a integração dos três níveis de governo para sanar os problemas no setor habitacional, foram uma das pautas tratadas na reunião do secretário municipal de Habitação de Belém, Rodrigo Moraes, com a Secretaria Nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, na terça-feira (19), em Brasília.


Na reunião, para definir, a ideia é que haja a maior participação possível da comunidade, beneficiada diretamente nos projetos do governo, o secretário Rodrigo, citou obras importantes que estão paralisadas em Belém, como as do Viver Pratinha, Viver Val-de-Cães e Viver Mosqueiro.


Este cenário de obras do Governo Federal paradas está presente em todo país, algumas obras abandonadas estão sob risco de perda de recursos, além de mais de 150 mil famílias cadastradas no programa de moradia da prefeitura de Belém, na expectativa de um lugar digno para viver, com esperas que já duram até mais de dez anos.


De acordo com o secretário, o Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, prioriza as obras de moradia prioridade da administração.


Obras em Belém


A Secretaria de Habitação de Belém (Sehab), fez um levantamento que identificou mais de 5 mil unidades habitacionais com obras pendentes de conclusão e, como medida de urgência.


Garantias da Secretaria de Habitação de Belém


A Sehab garantiu a retomada de obras importantes como Portal da Amazônia, Vila da Barca, Viver Outeiro e Maracacuera I e II, inclusive com investimentos de recursos municipais. Com as medidas, a Sehab prevê, até 2022, a entrega de quase duas mil moradias para a população que mais precisa.


O Secretario Rodrigo ressaltou que, “esses números demonstram um déficit habitacional gigantesco, uma demanda reprimida muito grande, fruto dos últimos 16 anos sem avanços na política de habitação de Belém. Agora, nós estamos buscando reconstruir essa política e alcançar resultados efetivos para a nossa cidade”, detalhou.

Este ano, a Prefeitura de Belém entregou 15 apartamentos no Portal da Amazônia, onde as obras estavam paradas há anos. A intenção é entregar 64 imóveis em 18 meses e as discussões seguem para o avanço e entrega de outras obras.


Participaram da reunião, além dos representantes da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério do Desenvolvimento Regional, o secretario da Sehab Rodrigo Moraes e o do engenheiro Marcos Leal, chefe da Divisão de Execução e Fiscalização de Obras da Sehab.



25 visualizações0 comentário