Ex deputado Luiz Sefer é condenado pela justiça por estupro de vulnerável


foto: G1

O plenário do tribunal de justiça do Estado do Pará condenou nessa quinta-feira, 20, o ex-deputado estadual Luiz Afonso Sefer pelo crime de estupro de vulnerável.


A sentença foi anunciada na noite dessa quinta-feira, pela 3ª Turma de Direito Penal, do Tribunal de Justiça do Pará: por unanimidade, com votos do relator Mairton Carneiro e das desembargadoras Maria Edwiges Lobato e Eva do Amaral Coelho.


Segundo consta no processo, a criança residia em Mocajuba, interior do nordeste do Pará, e havia sido entregue a Luis Sefer, para que trabalhasse como empregada doméstica em sua casa. Durantes os quatro anos em que esteve sob a “guarda” de Sefer, a menina foi a abusada sexualmente.


O filho de Sefer, Gustavo Sefer, que hoje tem um mandato de deputado estadual pelo Partido Social Democrata (PSD), também participava dos estupros junto com o pai, mas foi excluído da denúncia, pois quando o crime foi cometido, Gustavo ainda não tinha atingido a maior idade penal. Na época, Gustavo sefer ainda chegou a concorrer às eleições de 2020 para a prefeitura de Belém.


Luiz Afonso Sefer já havia sido denunciado no ano de 2009, acusado de ter estuprado uma menina de nove anos em 2005. Ele teria "encomendado" a criança prometendo trabalho e cuidados em Belém, mas iniciado os abusos dias após a chegada da menina.


Segundo o que consta na decisão, os três desembargadores fixaram multa de R$ 120 mil, que, corrigida, deverá ser paga por Sefer como indenização por dano moral à criança, hoje maior de idade.

126 visualizações0 comentário