Fakenews de carro apreendido pela Secon é desmentida




Oposição da Nova Gestão cria fakenews afirmando que a Secretaria Municipal de Economia (SECON), havia tomado o carro de trabalhador no bairro do Barreiro, em Belém.

O carro de seu Juscelino foi levado após ser flagrado por fiscais da Secretaria de Saneamento (SESAN), como consta no verdadeiro documento, jogando entulho em via pública, na Travessa Mauriti, esquina com a Av. Senador Lemos, Bairro da Sacramenta, em Belém. O homem foi abordado as 20:30h, no dia 12 de maio.


Na fakenews foi dito que o carro havia sido apreendido durante o seu Juscelino estar vendendo frutas, coisa que foi desmentida pelo mesmo em um vídeo, onde conta a real história e diz que emprestou o carro para uma outra pessoa e ela é quem estaria sujando as ruas naquela noite.




Vele ressaltar que jogar lixo em via pública é crime de acordo com a Lei de preservação e proteção do patrimônio histórico, artístico, ambiental e cultural do Município de Belém. O próprio artigo 54, parágrafo 2°, item 5, diz que quem for pego jogando entulho nas ruas está sujeito à pena de reclusão de 1 a 5 anos.


Para solucionar a problemática de lixões nas vias públicas, a SESAN instalou contêineres em diversos bairros de Belém. Cada recipiente tem capacidade para receber até 30m³ de entulhos. Por meio da ação, trabalhadores vão receber orientações gerais e levantamento socioeconomômico, com o objetivo de incluir eles no sistema da cadeira produtiva do lixo de Belém.



As pessoas que sabiam a verdade sobre o acontecimento, fizeram uma vaquinha para ajudar o vendedor. A vaquinha arrecadou R$ 900,00 que foram utilizados para a compra de um novo carro para vendedor e de frutas para que ele possa retomar os trabalhos.

52 visualizações0 comentário