Fies: Renegociação de dívidas poderá ser feita a partir de 7 de março




O governo federal divulgou as regras para renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para mais de um milhão de estudantes inadimplentes no programa.


Os estudantes que estão inadimplentes com o Fies, poderão renegociar as suas dívidas com o Banco do Brasil ou com a Caixa, com descontos de até 92%, a partir do dia 7 de março.


Segundo o Ministério da Educação (MEC), dos 2,6 milhões de contratos ativos formalizados até 2017, mais de 2 milhões estão na fase de amortização, com saldo devedor de R$ 87,2 bilhões. Destes, mais de 1 milhão de estudantes estão inadimplentes, com mais de 90 dias de atraso no pagamento. Isso representa uma taxa de 51,7% de inadimplência, segundo o governo, e soma R$ 9 bilhões em prestações não pagas.


De acordo com o governo, esse número representa uma taxa 51,7% de inadimplência e soma R$ 9 bilhões em prestações não pagas.


Por se tratar de uma medida provisória, ela tem validade imediata. No entanto, para virar lei em definitivo, ela precisa passar pelo Legislativo em até 120 dias. Durante a tramitação, deputados e senadores podem fazer alterações nas regras, mas, caso isso ocorra, os estudantes que já tiverem feito a renegociação com as regras da MP não serão afetados.


Veja as regras para renegociação do Fies:


Podem renegociar as dívidas os estudantes que contrataram o programa de financiamento até o segundo semestre de 2017 e que estão com o pagamento atrasado há mais de 90 dias.

• Estudantes com dívidas de 90 a 360 dias: a medida prevê desconto de 12% no saldo devedor, isenção de juros e multas e parcelamento em até 150 vezes.

• Estudantes com dívidas de mais de 360 dias: a MP prevê desconto de 86,5% no saldo devedor. Se o estudante for inscrito no CadÚnico ou for beneficiário do Auxílio Emergencial, o desconto será de 92%. Além disso, é possível parcelar a dívida em até 10 vezes.


Renegociação na Caixa Econômica Federal


O estudante que tiver interesse poderá solicitar a renegociação de forma 100% digital por meio site oficial a partir do dia 7 de março.


Após a confirmação da renegociação, basta gerar um boleto para pagamento da primeira parcela ou, caso opte pela quitação de uma só vez, da parcela única.


Renegociação no Banco do Brasil


Já no Banco do Brasil, a renegociação poderá ser feita de forma digital e também presencial em qualquer uma das agências espalhadas pelo país.


No canal mobile, basta acessar a opção Soluções de Dívidas e clicar em Renegociação Fies. Lá, o estudante poderá verificar se de fato enquadra nas regras de renegociação as opções disponíveis para quitação ou parcelamento da dívida, os descontos concedidos, assim como os valores da entrada e demais parcelas.

16 visualizações0 comentário