Homem morre em motel após ter um mal súbito


O motel que sempre é lembrado como um lugar que traz prazer e felicidade, mas na tarde desta quarta-feira 30, mas na pousada que fica localizado na Alameda Piedade, bairro do Reduto, em Belém, não terá uma boa lembrança da tarde ontem.


Um senhor que tinha 50 anos, estava em um dos quartos quando passou mal. A acompanhante do homem correu com rapidez até a portaria para pedir ajuda. Neste instante foram chamadas as equipes do Samu que rapidamente chegaram ao local, mas infelizmente, ao chegarem, foi constatado que o senhor já havia morrido.


Qual a principal causa do mal súbito?


O mal súbito não é uma doença. Trata-se de uma manifestação do corpo para indicar que algo não vai bem. O mal súbito é, em si, um sintoma que pode estar relacionado a diversas causas: desde um quadro de desidratação até doenças mais graves como AVC (Acidente Vascular Cerebral), infarto, arritmias cardíacas e aneurismas.


A arritmia cardíaca é uma das principais causas do mal súbito. O distúrbio altera o ritmo do coração deixando os batimentos cardíacos mais acelerados ou mais lentos.


A desordenação no funcionamento do coração compromete sua função de bombear e distribuir o sangue pelo corpo. O resultado é a falta de oxigênio no cérebro e, como consequência da ausência de irrigação, a morte.


Obstrução das artérias do coração: doença aterosclerótica coronariana, como a isquemia miocárdica e o infarto;


Doenças do músculo cardíaco: cardiomiopatia hipertrófica, de origem genética, na qual o coração fica hipertrofiado, com sua espessura aumentada.


Crise convulsiva aguda: relacionada a doenças como meningite e epilepsia ou até mesmo um sangramento;


AVC hemorrágico: quando há lesão do tecido cerebral provocada por uma hemorragia no interior do crânio;


AVC isquêmico: quando há perda de fluxo transitório (ou permanente) na região cerebral, em razão de algum bloqueio no fornecimento de sangue e oxigênio.


36 visualizações0 comentário