Mais um protesto de sindicalistas por aumento de salários em Belém




Mesmo com Edmilson Rodrigues hospitalizado, os sindicalistas e “companheiros” de movimento social do prefeito fazem protesto por aumento de salários na capital.


Na manha dessa quinta-feira (14), um grupo de 20 sindicalistas ligados ao Fórum dos Sindicatos dos Servidores Públicos do Município de Belém, fez um ato político na frente da sede da prefeitura de Belém exigindo reajustes salariais e no vale alimentação, reajuste esse que foi negado nos 08 anos do governo Zenaldo Coutinho.


O prefeito Edmilson Rodrigues, continua internado com COVID 19 lutando pela vida, mas nem isso parece sensibilizar os sindicalistas, que na maioria são “companheiros” de partido e de lutas do prefeito.


Ainda que seja legitima a reivindicação dos funcionários públicos municipais que durante o governo passado de Zenaldo Coutinho PSDB, foram extremamente maltratados, perseguidos e tiveram seus direitos negados, o governo do PSDB nem ao menos sentou com a categoria de servidores públicos pra negociar qualquer coisa.


Realidade essa que mudou durante o inicio do governo Edmilson Rodrigues, que ainda no mês de abril estabeleceu uma mesa permanente de negociação com diversos sindicatos municipais, e garantiu reajuste no valor do ticket alimentação em 100% e a inclusão na LOA, Lei Orçamentaria Anual, um reajuste gradual no vencimento básico no contracheque desses trabalhadores.


Esse fórum de servidores públicos municipais foi criado a poucas semanas atrás, ainda não ficou claro quem participa e a pauta que eles querem que a Prefeitura faça, pois na mesa de negociação de abril deste ano, foi garantido um aumento nos salários de todos os servidores municipais e aumento do vale alimentação de R$100,00 a mais no vale de alimentação para janeiro do ano que vem.


Durante a gestão do PSDB, nos 08 anos de governo pouco se viu mobilizações tão intensas como essas dos sindicatos ou associação de servidores públicos de Belém, nessa gestão atual quase todo mês mobilizações como essa vem ocorrendo mesmo com tão poucas pessoas.

77 visualizações0 comentário