Moradores da zona rural de Baião são os que mais sofrem com a enchente





Segundo a Defesa Civil do Município de Baião, município paraense da região do Baixo Tocantins, os mais afetados são moradores da zona rural do município. Cerca de 1.200 famílias ribeirinhas estão desalojadas e aproximadamente 780 km de estradas vicinais estão intrafegáveis por conta dos alagamentos.


As localidades atingidas são os moradores do quilombo de Joana Peres, Matacurá, Rua do Fogo, Vila de Ituquara, Calados, Umarizal, Engenho e Marariá ,que já sentem os impactos da enchente, água já invadiu casas e destruiu plantações, produtores também já perderam criações.


Cerca de 19.650 pessoas já foram afetadas indiretamente pela enchente no município. Desse total, 240 famílias residem na área urbana, 4.800 famílias estão isoladas na zona rural e 1.200 famílias ribeirinhas desalojadas.



A prefeitura de Baião já declarou situação de emergência no município por conta das chuvas severas que têm atingido a região e provocado aumento no nível do rio Tocantins.


Além da zona rural, estradas também estão comprometidas. Aproximadamente 780 km de vicinais estão com trechos submersos ou com atoleiros e erosões. Algumas também apresentam deslizamentos de terra nas encostas do rio, próximo às áreas ocupadas por casas.

25 visualizações0 comentário