Não come carne? Veja opções vegetarianas que o BN preparou para ceias de fim de ano


Imagem: Reprodução.

Quem não come carne, muitas vezes, frustra-se com as opções óbvias de cardápio em festas e eventos sociais. Nas ceias de fim de ano, por exemplo, os pratos vegetarianos costumam se limitar a uma salada mais elaborada ou às clássicas massas recheadas. Nada diferente do que a pessoa está acostumada a comer ao longo do ano. Para fazer diferente, é preciso investir em opções que vão além do básico e por isso o BN preparou várias opções de comidas vegetarias para a ceia de natal. Confere!


As massas são sempre as opções mais lembradas em cardápios vegetarianos, talvez pela facilidade ou falta de conhecimento de outras receitas. Porém, em datas comemorativas, vale a pena investir em outras opções. Uma boa pedida é a moqueca de banana da terra com palmito. Junto com tomate, pimentão, cebola e as ervas, como salsinha, coentro e cebolinha, o prato fica nutritivo, saboroso e foge do tradicional macarrão.


Outra boa dica é apostar em pastas, como o homus (feita de grão-de-bico), e farofas. Não existe prato mais democrático que a farofa em datas comemorativas. Caprichar na receita e deixar a preparação mais 'rica' pode ser uma boa opção. Típica das comemorações de fim de ano, a farofa pode ser feita com castanhas, frutas secas e cebola caramelizada e entrar em qualquer cardápio vegetariano.


A carne de soja ou carne de glúten, que fazem as vezes da carne ou do tradicional peru é uma super dica valiosa para quem está em fase de transição para o vegetarianismo, por exemplo. As massas não podem ser descartadas do cardápio. Basta inovar e apresentar opções diferentes, como as feitas com beterraba, espinafre ou cenoura. Além disso, apostar em opções de entradas com pastinhas de feijão branco ou ovos recheados garante uma ceia nutritiva e nada insossa para os vegetarianos.


Quanto mais verde, melhor!

Hoje, 14% da população brasileira se declara vegetariana, segundo pesquisa do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) encomendada pela SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira). Um outro levantamento do instituto, coordenado pelo GFI (The Good Food Institute), apontou que a diminuição do consumo de carne tem aumentado consideravelmente no Brasil. Em 2020, o número de flexitarianos (pessoas que consomem carne menos de três vezes por semana) saltou de 28% para 50%.


De maneira geral, estudos já apontam que vegetarianos ingerem mais nutrientes (vitaminas e minerais) do que pessoas que consomem carne, segundo a pesquisa do IBOPE. Mas é preciso atenção à quantidade ingerida, para garantir uma alimentação rica e equilibrada. "Alimentos de origem animal são, em sua maioria, ricos em proteína. Mas isso não significa que sejam a única opção. Algumas frutas, vegetais, oleaginosas e leguminosas podem ser bastante eficientes em quantidade de vitaminas e proteínas. Quando consumidas em variedade e quantidades apropriadas, podem chegar a ser equivalentes à proteína animal em qualidade nutricional”, diz a pesquisa.


Opções de receitas para Natal e Ano-Novo

O BN selecionou uma opção de receita sem alimento de origem animal que foge do comum e prometem agradar a todos os paladares.


1 - Moqueca de banana-da-terra e palmito ;

Ingredientes

- 4 bananas-da-terra maduras cortadas em rodelas.

- 1 cebola média cortada em cubos.

- 1 pimentão vermelho cortado em diagonal.

- 1 pimentão amarelo cortado em diagonal.

- 1 tomate maduro cortado em diagonal.

- 2 xícaras (chá) de palmito cortado em rodelas.

- 2 dentes de alho amassados.

- 3 colheres (sopa) de cebolinha.

- 3 colheres (sopa) de coentro.

- 3 colheres (sopa) de salsinha.

- 1 pimenta dedo-de-moça picada.

- 2 xícaras (chá) de leite de coco.

- 2 colheres (sopa) de azeite de dendê.

- Sal a gosto.


Modo de preparo

1- Em uma panela, aqueça o azeite de dendê e coloque os pimentões, a cebola, o tomate e refogue. Quando estiver dado uma murchada, acrescente o alho nesta mistura.

2- Em seguida, acrescente o palmito e as bananas cortadas em rodelas e refogue até que tudo dê uma dourada. Adicione a salsinha, a cebolinha, o coentro e a pimenta picada;

3- Acrescente o leite de coco e deixe o refogado apurar para pegar o gosto de todos os temperos. Depois desse processo, a moqueca deve cozinhar em fogo baixo de 10 a 15 minutos;

4- Para acompanhar, pode-se fazer um arroz branco e servir com batata palha.

11 visualizações0 comentário