O Leão Azul vence o Águia de Marabá e abre vantagem nas quartas-de-final do Parazão 2021



O Clube do Remo venceu o Águia no Estádio Municipal Zinho de Oliveira na cidade de Marabá. Lucas Tocantins, Felipe Gedoz e Edson Cariús marcaram os gols da vitória azulina por 3 a 1!

A vitória por 3 a 1 sobre o Águia, no sábado, 01, deixou o Remo bem mais próximo da vaga na semifinal do Campeonato Paraense. A partida de ida, das quartas de final, foi realizada no Estádio Zinho de Oliveira, em Marabá. Lucas Tocantins, Felipe Gedoz e Edson Cariús balançaram as redes para o Leão, enquanto Eduardo Echeverría, aplicando a "Lei do ex", descontou para o Azulão. O meia-atacante paraguaio jogou no Remo em 2019.

Segundo round entre os times

Remo e Águia voltam a duelar na próxima terça-feira, em Belém. A partida de volta do mata-mata será no Estádio Banpará Baenão às 19h. Os azulinos podem perder por um gol de diferença que ainda assim avançam à semifinal.


FOTOS: Samara Miranda/Remo


Primeiro tempo do JOGO:

O Remo precisou de apenas 11 segundos para ficar à frente no placar. Da saída no círculo central, a bola foi logo dada para Marlon, que cruzou na medida para Renan Gorne, no segundo pau. O centroavante deu de primeira para Lucas Tocantins, que em dois chutes marcou o primeiro do Leão no jogo. O time azulino seguiu melhor pelos 20 minutos seguintes, até que o Águia conseguiu equilibrar as ações e levar perigo ao goleiro Vinícius. Quando o Azulão parecia próximo do empate, aos 31 minutos Marlon novamente foi decisivo e cruzou rasteiro na área para Gedoz só empurrar: 2 a 0. O lance, no entanto, gerou polêmica, já que o time aguiano reclamou muito de uma falta em Romarinho na jogada. Echeverría quase descontou para o time da casa aos 37, mas Vinícius salvou.


FOTOS: Samara Miranda/Remo


Segundo tempo do JOGO:

O Águia voltou mais ativo para o segundo tempo, em busca de diminuir a vantagem remista. O Azulão quase conseguiu aos 8 e aos 14, mas Vinícius salvou o Remo. O time de Paulo Bonamigo só voltou a crescer no jogo com as entradas de Thiago Ennes e Edson Cariús, aos 19. Ambos participariam, mais tarde, do terceiro gol. Porém, antes disso, Echeverría aproveitou o bom lançamento de Balão, driblou Vinícius na área e mandou para o fundo das redes. Os aguianos mal tiveram tempo de comemorar. Dois minutos depois, Ennes fez cruzamento certeiro para Cariús, de cabeça, deixar o Leão novamente com dois gols de vantagem: 3 a 1. A reta final do jogo foi de muitas faltas, pressão sobre o árbitro Joelson Nazareno, e pouco futebol.

3 visualizações0 comentário