Os Desafios da Defesa Civil ao longo de 2021


Imagem: Reprodução.

Ao longo de 2021 foram diversos acontecimentos que surpreenderam a sociedade, como: As fortes chuvas no Estado, deslizamentos, desmatamento de forma descontrola, entre graves outros fatores. A Prefeitura Municipal de Belém, por intermédio da Comissão de Defesa Civil, atuou de forma contundente, desde o início dos primeiros chamados de socorro. Além disso, a equipe foi acionada outras vezes, para realizar as vistorias devidas nos imóveis que apresentaram algum tipo de avaria. Além do aumento no número de vistorias realizadas, as vistorias da Defesa Civil da capital são realizadas de forma gratuita, e podem ser solicitadas pelo proprietário (a) do imóvel diretamente à comissão.

Imagem: Reprodução.

E uma curiosidade: A equipe da Defesa Civil de Belém, criou um mascote com o nome de João Toró. A missão dele é educar os cidadãos sobre a melhor maneira de conviver em paz com a chuva e minimizar os danos causados por ela, principalmente nos horários de coincidência com marés altas. Os trabalhos realizados pela comissão, foram feitas em parceria com o Serviço Geológico do Brasil, por meio do levantamento de áreas de riscos geológicos em Belém, distritos e ilhas. Esta foi a primeira vez que o mapeamento foi feito em toda a extensão territorial da capital paraense.

Presidente da Defesa Civil, Christiane Ferreira.Imagem: Reprodução.

A Defesa Civil realiza campanhas pontuais para minimizar o sofrimento de pessoas que perderam tudo ou quase tudo que construíram em incêndios, porém sabemos que existem centenas de famílias em situação de vulnerabilidade e que não necessariamente são alvos dessas campanhas específicas.


“Pensando nisso e confiando na generosidade de nossa gente, decidimos transformar a nossa van em um ponto itinerante para a doação e também para a arrecadação de donativos, como roupas, brinquedos, alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal”, explica a presidente da Defesa Civil, Christiane Ferreira.

18 visualizações0 comentário