Pastora é presa por aplicar golpes


Foto: Reprodução

Luana Beliche de Assis, que estava foragida pelo crime de estelionato, cometido em Marabá, foi presa pela Polícia Civil escondida na cidade de Tucuruí, na região sudeste do Pará.


Ela se passava por pastora para conseguir a confiança das vítimas. Contra Luana havia um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal de Marabá pelo crime de estelionato. A mulher vinha sendo procurada desde que foi denunciada pelas vítimas.


Segundo a polícia civil, a suposta religiosa causou um prejuízo estimado em R$ 50 mil as vítimas, ela oferecia celulares iPhone na internet e não entregava os aparelhos para os compradores.


Após troca de informações, Luana foi localizada em Tucuruí e presa pela Polícia Civil do Pará. Ela segue à disposição da Justiça.











Com informações de Portal Debate


161 visualizações0 comentário