Pelo segundo mês consecutivo açaí registra alta do preço na Grande Belém


Foto/reprodução agência Belém/arquivo


A alta do açaí é registrado pela segunda vez neste ano em Belém, segundo estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o preço do açaí está mais caro na capital paraense. Em janeiro deste ano a fruta já havia sofrido reajuste de preço, chegando a custar entre R$ 18 e R$ 22, dependendo do bairro da grande Belém.


De acordo com o Dieese, o menor preço registrado nas feiras livres da cidade foi de R$ 10 e o maior foi de R$ 20, já nos supermercados, o litro foi encontrado com o valor em média a R$25.


Na casa da Dona Helena, todo dia tem que ter açaí. O fruto é indispensável em sua mesa e apesar do aumento, ela e sua família não deixam de comprar “não tem um dia que não tenha açaí aqui em casa, é mais fácil faltar água do que açaí. Eu já deixo o dinheirinho separado na estante, e peço para a minha cuidadora, Olinda, trazer para o nosso almoço.”

Já o valor do açaí do tipo grosso também registrou aumento. O fruto encerrou o ano no valor de R$ 28,60, e em janeiro deste ano foi comercializado em média a R$ 31,29 por litro, sendo equivalente a 9,38% de alta, em relação ao mesmo mês de 2021.

25 visualizações0 comentário