PF vai investigar o celular de diretor da Caixa encontrado morto


Foto: Reprodução - Metrópoles

A Polícia Civil do Distrito Federal abriu inquérito para investigar a morte do diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa Econômica Federal, Sérgio Faustino Batista. O corpo do executivo, que era natural de Teresina- Piauí, foi encontrado na manhã dessa quarta-feira (20), na área externa do banco, em Brasília, no Distrito Federal.


Segundo o site Metropoles, o celular de Ricardo Faustino foi recolhido pela Polícia Civil e é considerado peça-chave para apontar a motivação do suposto suicídio.


O aparelho da marca chinesa Huawei foi encaminhado para o Instituto de Criminalística (IC) e será periciado.


A perícia no aparelho deve durar cerca de 20 dias. Serão analisadas as caixas de diálogos de aplicativos de conversa, como o WhatsApp, podem ajudar a esclarecer os motivos pelo qual Batista teria se jogado do 7º andar

.

23 visualizações0 comentário