Policiais torturam e aterrorizam pedreiro e a sua família


A morte de um pedreiro dentro de sua residência está sendo investigada pela Divisão de Homicídios da Policia Civil. O trabalhador foi surpreendido dentro da própria casa. Além dele, a esposa também teria sido alvo de agressões advindas de Policiais Militares.


Os familiares do pedreiro Antônio Ivanildo Queiroz, de 45 anos, denunciam que Antônio foi torturado e morto em sua casa, local onde estava fazendo uma reforma, quando foi surpreendido por Policiais Militares de 24º Batalhão, que chagaram na residência, alegando que iriam averiguar uma suposta denuncia anônima de tráfico de drogas.


Ainda segundo a família do pedreiro nada foi encontrado no local, no entanto, os Policiais continuaram torturando Antônio, colocando um saco plástico em sua cabeça e o sufocando até a morte. Os Policias chegaram até agredir a esposa da vítima. O pedreiro foi levado para a UPA do Tapanã, sob alegação dos Policiais que o mesmo morreu de infarto.


A Policia Militar disse em sua nota que “as circunstâncias dos fatos estão sendo apuradas."


151 visualizações0 comentário