Politraumatismo pode sido uma das possíveis causas da morte de Marilia Mendonça e dos tripulantes


A morte da Cantora Marília Mendonça na última sexta (05), chocou o país, e a repercussão do acidente, foi notícia no mundo todo, ao lembrar que a jovem estava retomando a sua linha de shows, após quase dois anos afastada dos palcos, por conta da Pandemia da Covid-19.


A possível causa que resultou a morte da artista, ainda segue em investigação pelas autoridades, mas médicos especialistas, já pressupõe que a cantora, pode não ter resistido, após sofrer o forte impacto da queda do avião, e resultado em um politraumatismo contuso.


O Médico legista Pedro Coelho, responsável pela necropsia na cidade de Caratinga, onde aconteceu o acidente aéreo, Marília e sua equipe, podem não ter resistido as ‘fortes lesões contusas em diversos órgãos vitais’, nas palavras do médico, que significa que, os tripulantes não aguentaram o forte impacto da queda, e com isso, diversos órgãos do corpo, foram atingidos de forma letal.


O material biológico colhido das vítimas foi encaminhado para o IML de Belo Horizonte, que ficará responsável pelas análises laboratoriais, toxicológicas e de anatomia, a fim de esclarecer a causa da morte da equipe e de Marília. O legista disse que a data de liberação do laudo não foi confirmada, mas que sairá em breve.


As causas do acidente aéreo ainda estão sendo investigadas, mas o que se sabe até agora, que a aeronave colidiu com uma torre de energia pouco antes de pousar. Uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) e da FAB (Força Aérea Brasileira), foi para Piedade do Caratinga, em Minas Gerais, onde ocorreu a queda, para investigar o caso.



Foto: Reprodução/TV GLOBO


Primeiro show oficial de Marília Mendonça foi no Pará


A Cantora Marília Mendonça, desde o início da sua carreira, até o auge, não escondia o amor, e o carinho, que tinha com o Estado do Pará. Sucesso no Brasil e no exterior, a cantora sertaneja, que diariamente era vista por milhões de pessoas, escolheu o Pará, para ser o palco de seu primeiro show.


Na época, a cantora deu o ponta pé inicial nas suas linhas de show, na cidade de Itaituba, no sudoeste do Estado. A cantora de apenas 20 anos, reuniu no dia 8 de agosto de 2015, e reuniu um público de mais de 5 mil pessoas; considerando um artista no início da sua carreira, a atração, foi considerada de enorme sucesso.


Após três anos, já no auge de sua carreira, a jovem artista, resolveu fazer o projeto ‘Te vejo em todos os cantos’, na qual, seria realizado a gravação de seu DVD, e também, a realização de um sonho da artista, como uma forma, de percorrer por todas as cidades brasileiras, como uma forma de agradecer ao seu público, o fato de ter sido acolhida com tanto amor, e intensidade, pelos brasileiros.


Na ocasião, Belém, foi escolhida a primeira cidade para estrear esse enorme projeto musical. Em um dia de semana, Marília desembarcou na capital do Estado, e foi até as ruas do Centro Comercial de Belém, distribuir panfletos, e convidar as pessoas a irem prestigiar o seu show. A jovem artista, reuniu na Praça do Relógio, um público de mais de 15 mil pessoas, que foram até o local do evento, ver a artista, e se surpreenderam, visto que, a atração não havia sido combinada, pelo menos com o público, que foram pegos de surpresa, e puderam prestigiar o evento.

241 visualizações0 comentário