Preço do pescado tem nova queda


Foto: Divulgação/Agência Pará

O preço do pescado comercializado nas feiras de Belém, caiu pela segunda vez consecutiva. Os dados são da Secretaria Municipal de Economia (Secon) e Departamento Intersindical de Pesquisa e Estudos Socioeconômico (Dieese-PA).


As espécies que apresentaram maiores baixas de valor no mês de maio foram o Xaréu, com queda de 17,21%, seguido da Pirapema 16,31%; Uritinga 12,77%; Dourada 12,19%; Tambaqui 11,02%; Arraia 10,04%; Pescada Amarela 10,00%; Peixe Pedra 9,09%; Piramutaba 8,60%; Filhote 6,79%; Surubim 6,17%; Cachorro de Padre 4,57%; Cação 3,87% e da Gurijuba, com queda de 1,99%.


Média mensal – Apesar da expressiva baixa de preço do pescado nos últimos dois meses, o supervisor técnico do Dieese no Pará, Roberto Sena, explica que “na trajetória dos cinco primeiros meses deste ano (janeiro a maio de 2022) a maioria dos peixes ainda continua com preço em alta e com reajustes bem superiores à inflação estimada em torno de 4,50% para o mesmo período”.


Segundo a Secon e o Dieese, poucas espécies de peixe apresentaram quedas de preços de janeiro a maio de 2022, com destaque para a Pirapema, com recuo de 11,40% seguida da Pratiqueira, com queda de 3,88%; Tambaqui -3,65% e a Piramutaba -0,54%

.

36 visualizações0 comentário