Prefeito Edmilson Rodrigues retorna ao cargo após se recuperar da Covid-19


Edmilson no auditório da prefeitura, com a presença do vice-prefeito, Edilson Moura, e o chefe de gabinete Aldenor Júnior.


O Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL) retomou as atividades na manhã desta terça-feira (16), após 46 dias afastados, em decorrência da COVID-19.


A volta do prefeito era aguardada com ansiedade pela população do município de Belém.


Durante os dias de afastamento do prefeito Edmilson, quem esteve à frente do município foi Edilson Moura, vice prefeito, que deu continuidade aos trabalhos na gestão do município Belém.


Edmilson Rodrigues a frente da prefeitura de Belém comandou uma das maiores campanha de vacinação do Brasil que encerrou hoje (16), com mais de 80% da população vacinada e hoje nenhum leito de COVID está ocupado na capital.

O Prefeito recebeu alta médica do Hospital Porto Dias no dia 31 de outubro, dois dias antes da data programada e seguiu o tratamento em casa. No dia em que saiu do hospital, o prefeito mantinha a melhora progressiva em seu quadro clínico, diante da recuperação da função pulmonar, sem mais necessidade de ventilação não invasiva.


Parabéns prefeito, nossa redação torceu e rezou por sua recuperação.


O caso - Edmilson testou positivo para Covid-19 no dia 1º de outubro e deu início ao tratamento ainda em casa. No dia 6 de outubro, foi internado pela primeira vez e recebeu auxílio de oxigenação não invasiva, passando por fisioterapia. Na primeira internação, Edmilson passou 13 dias no hospital. Após esse processo, ele teve alta no dia 19 de outubro.

No dia 23 de outubro, ele retornou ao hospital após apresentar complicações pulmonares. O prefeito teve 70% dos pulmões comprometidos e tinha fortes dores nas costas.

Durante a segunda internação, ele foi submetido à cirurgia para drenar uma hemorragia causada por contratura muscular e facilitada pelo uso de medicamentos anticoagulantes necessários ao tratamento pós-Covid. Segundo os médicos, Edmilson contraiu a variante Delta da Covid-19 e teve “complicação incomum” aos pacientes com a doença.


114 visualizações0 comentário