Prefeitura de Belém vai dar abono covid pra ACEs e ACSs neste mês de dezembro


Na reunião estavam a Chefia do Gabiente do Prefeito, representates da ASASBEL, PGM de Belém, e Sesma.

O Prefeito de Belém Edmilson Rodrigues enviou para a Câmara Municipal de Belém (CMB), nessa terça-feira (14), depois de uma reunião com Associação dos Agentes de Saúde de Belém (ASASBEL), um Projeto de lei que garante um “Abono COVID”, incentivo para toda as duas categorias de Agentes comunitários e Endemia pela atuação no combate à doença.


O valor é de um pouco mais de mil reais, para cerca de mil e trezentos servidores públicos que fazem parte dessas categorias de trabalhadores e trabalhadoras da saúde do município de Belém.


Participaram da reunião também a Procuradoria Geral do Município de Belém e a Chefia de Gabinete do prefeito e Secretário de Saúde do Município.


O projeto de lei será votado amanhã na CMB, e vale apenas para o ano de 2021, ou seja, os servidores receberam esse abono ainda este mês de dezembro.


Segundo Elba Souza, agente de Combate a endemias o anúncio do projeto de lei que assegura esse pagamento aos agentes de saúde é um reconhecimento do governo Edmilson para essa categoria que tem atuado na linha de frente contra a COVID-19. Elba que trabalha como Ace há 06 anos, e relata que “nunca houve tanto respeito e diálogo com a categoria de Ace e Acs como está acontecendo agora nessa gestão”. Elba já tem planos com o abono que segundo ela, veio em boa hora.


No projeto de Lei consta enviado à Câmara Municipal, diz que o recurso vai ser do próprio tesouro do município de Belém. 


Além do abono Covid que os Agentes vão ganhar, a categoria de Ace e Acs irão receber a partir do mês de agosto de 2022 vale alimentação no valor de 370 reais.


Valorização e respeito é uma das reivindicações antiga da categoria que finalmente foi atendida por uma gestão municipal comprometida com os servidores públicos do seu município.



Veja o PL sobre a concessão de abono aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, em razão da vigência da calamidade de saúde pública decorrente do coronavírus (COVID-19), e dá outras providências.

MENSAGEM N.º 018.2021
.pdf
Download PDF • 290KB

1.031 visualizações2 comentários