Prefeitura de Belém vai dar renda para pessoas em situação de rua


Prefeito Edmilson e presidente da Funpapa Alfredo Costa - Foto: Acervo Alfredo Costa

As pessoas que estão em situação de rua, existem em quase todas as cidades do nosso país, é já um fato tão corriqueiro que muitos passam despercebidos, entretanto, não pode negar, nem deixar de lado essa triste realidade. E na capital paraense, não seria diferente, estima-se que que existam entre 1.500 e 2.000 pessoas vivendo em situação de rua na cidade.


Diante desse cenário, a Prefeitura de Belém, através da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), irá cadastrar as pessoas em situação de rua no programa Bora Belém. Isso foi anunciado ontem, quinta-feira (19), pelo prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, na ação relacionada ao dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua.


Segundo o Presidente da Funpapa, Alfredo Costa, o objetivo é garantir dignidade aos que mais precisam, inclusive às pessoas que se encontram em situação de rua.


Para esse público, os critérios são os mesmos do programa Bora Belém, porém cada caso deverá ser analisado, e todos os que estiverem aptos serão atendidos. Em média deverão ser atendidas 850 pessoas.

“Os nossos técnicos e entrevistadores sociais já estão fazendo a busca ativa da população em situação de rua. Começamos pela área próximo à praça Waldemar Henrique”, disse Alfredo Costa.


O programa Bora Belém – Criado pelo prefeito Edmilson Rodrigues, é um programa de renda básica de até R$ 450 destinado a pessoas em situação de extrema pobreza, afetadas pela pandemia da Covid-19.


15 visualizações0 comentário