Prefeitura de Belém realiza o 'Dia D' de combate a dengue e mobiliza população


Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

O tão conhecido ‘inverno amazônico’ já chegou na região, mais chuvas caem na capital paraense, e essa época é o momento mais propicio a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.


Para prevenir que casos de dengue sejam registrados no município, a Prefeitura de Belém, realiza neste domingo (5), o 'Dia D' de combate ao Aedes Aegypti, na Praça da República, em Belém, das 8h30 às 12h e também em Mosqueiro, na Praça Matriz, das 17h30 às 21h.


A ação – Estão sendo promovidas ações educativas sobre prevenção da doença: serão utilizadas maquetes para ajudar a visualizar de forma mais didática possíveis depósitos da larva do mosquito; jogos pedagógicos, teatro de fantoches e oficina de reaproveitamento de materiais; equipe do Laboratório Entomológico da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) fará amostra das fases do ciclo evolutivo do vetor.


Casos na capital e no Pará


Belém registrou, somente em 2021, 583 casos de dengue.


Em todo o Pará, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sespa) foram 2.493 casos em janeiro e 30 de outubro, o que representa 36,67% a mais que o mesmo período de 2020, que teve 1.824 casos. Uma pessoa morreu pela doença ano passado e uma este ano. no Pará.


Ainda conforme a Sespa, as cidades com mais casos são Belém, Itaituba, Altamira, Novo Progresso e São João do Araguaia. Para denúncias e orientações relacionadas à dengue, os moradores podem acionar a Secretaria municipal de saúde de casa cidade.


Veja as principais medidas de prevenção contra a dengue:

  • Manter a caixa d’água, tonéis e barris de água bem fechados;

  • colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira fechada;

  • não deixar água acumulada sobre a laje;

  • manter garrafas com boca virada para baixo;

  • acondicionar pneus em locais cobertos;

  • proteger ralos sem tampa com telas finas;

  • manter as fossas vedadas;

  • encher pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda e lavá-los uma vez por semana.

  • eliminar tudo que possa servir de criadouro para o mosquito como casca de ovo, tampinha de refrigerante entre outros.

12 visualizações0 comentário