Rússia acaba de tomar Chernobyl


Fotos: Redes Sociais

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou, nesta quinta-feira (24), que tropas russas ocuparam a cidade onde fica localizada a usina de Chernobyl. Um dos palcos centrais da disputa entre ucranianos e russos, a cidade, hoje fantasma por conta da contaminação, é vista como estratégica para se fazer treinamentos militares.


Ainda segundo o presidente da Ucrânia, se as tropas danificarem os coletores de lixo nuclear, uma poeira radioativa pode se espalhar por toda a Europa.


Os ucranianos, inclusive, já estariam usando a região há um tempo para realizar treinamentos militares. Pelo Twitter, o presidente da Ucrânia afirmou que "as forças de ocupação russas estão tentando tomar Chernobyl. “Nossos defensores estão dando suas vidas para que a tragédia de 1986 não se repita. Esta é uma declaração de guerra em toda a Europa", afirmou Zelensky.


No dia 26 de abril de 1986, há 33 anos que o reator número quatro da central nuclear soviética de Chernobyl, na cidade de Pripyat, explodiu durante um teste de segurança. Durante dez dias, o combustível nuclear queimou, lançando para a atmosfera elementos radioativos que contaminaram, de acordo com as estimativas, até três quartos da Europa, mas especialmente a Rússia, a Ucrânia e a Bielorrússia, então pertencentes à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).


Imagem da cidade de Prypiat (Ucrânia) e de parte do sarcófago que cobre o reator de Chernobyl


83 visualizações0 comentário