Avança em Belém a vacinação contra a Covid 19


Na última sexta-feira (7) a movimentação foi intensa nos postos de atendimentos, com o registro da alegria de milhares de belenenses que tiveram seu direito à saúde assegurado pelo trabalho da Prefeitura e de centenas de profissionais de saúde.

Aliás, são esses profissionais que estão na linha de frente há mais de um ano lutando a guerra contra uma doença mortal, e que merecem o carinho e reconhecimento da sociedade.

Infelizmente, em alguns postos foram registrados momentos de tensão na manhã de ontem, fruto da ansiedade de muitos que procuraram os locais de vacinação sem atentar para os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que para esta fase exige que se atenta primeiro quem for portador de uma ou mais doenças pre-existentes, às chamadas comorbidades.

Vários funcionários foram agredidos e humilhados por alguns mais exaltados, mas tudo foi contornado com a explicação dos critérios exigidos e, ainda, de que a responsabilidade por essa situação é do governo Bolsonaro, que fez e continua fazendo uma política negacionista e de ataque sistemático às orientações das autoridades mundiais de saúde.


Em resposta a essas diversas agressões, vários funcionaram paralisaram por alguns minutos os atendimentos, para conversar com o público e pedir respeito. Exaustos e sobrecarregados, muitos não tem uma noite de sono há mais de ano por estarem comprometido com seus juramentos.


Hoje, sábado, 08, a vacinação continua em Belém, dividido em seis postos são eles, Mangueirinho, Cassazum, Igreja Matriz de Icoaraci, Funbosque em Outeiro e o Hospital Geral de Mosqueiro. O público-alvo são os nascidos em 1969 com alguma das 22 comorbidades listadas. O horário é de 09:00 às 17:00.

112 visualizações0 comentário