R$ 4,87 não dá! Prefeitura vai contra o aumento da tarifa de ônibus na capital



Foto: Reprodução site G1pa

A prefeitura de Belém, através da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) foi taxativa, quanto ao aumento do preço da passagem de ônibus, não vai aumentar a passagem. O valor atual é de R$ 3,60, e a nova tarifa proposta pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransbel) quer que a tarifa de ônibus seja reajustada para R$4,87.


Segundo o comunicado da Semob, é absolutamente improcedente qualquer informação que afirme a concessão de reajuste, “muito menos que [a tarifa] será reajustada para R$ 5”. E que, ainda, que avalia também a "necessária melhoria na qualidade do transporte público". Finalizou “Além da adequação e pertinência ou não da concessão do reajuste dada a realidade social e econômica vivida pela população que se utiliza do serviço, agravada pelo atual período de pandemia da covid-19.”

O usuário Fernando Sales, utiliza todos os dias o transporte publico para ir à faculdade e trabalhar, disse que “é incabível esse aumento de passagem, várias vezes o ônibus dá prego, sucateados e sempre cheios, já tivemos vários aumentos de passagem, porém nunca muda o atendimento, se melhorasse eu até concordava, mas é só para encher o bolso do empresário.”


A população muito reclama das condições dos ônibus, sucateados e lotados, e soluções nunca são tomadas, anos a população convive com essa péssima qualidade do transporte público. Nesse sentido, é preciso ter plano para ser aplicado no Município, portanto um programa sobre transporte público de verdade. Que supere esse modelo mafioso, sucateado, que é um perigo não só à saúde, mas à vida e à dignidade do povo que utiliza os coletivos que são lotados, caindo aos pedaços.


É preciso achar um equilíbrio, pois os aumentos que foram dados anteriormente, com promessa de aumento de frota e melhoria no sistema e não foram cumpridos seja considerado. Belém é uma cidade relativamente quente, e é um dos poucos municípios que o transporte publico não tem ar-condicionado.

275 visualizações0 comentário