Retrospectiva: Veja como foi o futebol paraense no ano de 2021

Atualizado: 3 de jan.


Paysandu comemora o 49º título paraense (Foto: Fernando Torres)


O ano de 2021 para o futebol paraense foi marcado por retomada e sucessos e fracassos das equipes paraenses.


A começar pela temporada de 2020 que terminou em 2021 apenas com o acesso do Clube do Remo para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro depois de 14 anos.


O ano também foi marcado pela volta da Tuna Luso Brasileira na disputa de um título do campeonato paraense o que não ocorria desde 2007 com a Águia Guerreira.


A Tuna chegou à final diante do Paysandu com moral depois de ter eliminado o Remo nos pênaltis.


No primeiro jogo da final do paraense a Tuna conseguiu um excelente resultado goleando o Paysandu por 4 x 2 e levando uma boa vantagem para o jogo de volta na Curuzu.


APOS 19 ANOS, TUNA VOLTA A DISPUTAR TITULO PARAENSE //Foto/reprodução

No grande jogo da final o Paysandu conseguiu uma virada histórica pra cima da Tuna por 4 x 1 revertendo a vantagem que o Clube Cruzmaltino construiu no primeiro jogo e o Paysandu conquistou seu 49ª título.


Mesmo com a derrota na final a tuna com o vice campeonato paraense vai disputar no próximo de 2022 o campeonato brasileiro da série D.


Já o Paysandu viveu um ano cheio de turbulências no futebol com a eliminação de várias competições nacionais, a começar pela campanha que fez no campeonato brasileiro da série C o Paysandu não consegui o acesso pra segunda divisão e de quebra viu seu maior rival conquistar uma vaga na série B.


Na copa verde ainda do ano de 2020, o papão foi eliminado pelo Manaus nas quartas de finais.

Já na copa do brasil o time bicolor foi eliminado pelo CRB na Segunda fase da competição nacional.


Remo conquista sua primeira Copa Verde Leão Azul superou o Vila Nova por 4 a 2 na disputa de pênaltis

O título do campeonato paraense de 2021 acalmou os ânimos da torcida bicolor depois de uma virada impressionante pra cima da Tuna Luso Brasileira, o Paysandu conquistou a taça e o time iria com força pra disputar a série C 2021, o que não aconteceu o time até conseguiu chegar ao quadrangular final da competição, mas fez uma campanha ruim e terminou na lanterna da fase final da competição sem vencer nenhum jogo.


O clube do Remo foi de céu ao inferno nesse ano de 2021, o time azulino fez uma excelente campanha na série C de 2020 e conquistou o acesso a segunda divisão depois de uma vitória sobre seu maior rival.


Depois de anos na penúria do futebol finalmente o clube do remo tinha acertado na gestão e nas contratações consegui montar um time competitivo pra disputar da série B.


O Remo até fez um bom primeiro turno no campeonato brasileiro, mas perdeu a força na segunda metade do campeonato e foi rebaixado diante do confiança no mesmo ano que subiu de divisão.


O ano também para o leão foi marcado pela aquisição do centro de treinamento do carajás que fica localizado no bairro do outeiro.


O fim do ano chegou com a velha rivalidade entre Leão x Papão. Os dois clubes decidiam uma vaga na grande final da Copa Verde. No primeiro na Curuzu, só torcida do Papão e um empate em 2 a 2, depois do Bicolor estar vencendo por 2 a 0.


Já no jogo de volta, só torcida do Leão no Baenão e a equipe azulina não deu chances para o rival e venceu por 2 a 0. Destaque para o atacante Neto Moura, que marcou os quatro gols diante do Paysandu.


A torcida do Leão ainda pode comemorar o título inédito da copa verde no Baenao com Vinicius defendendo dois pênaltis e se transformando no herói da conquista azulina em cima da Vila Nova.


Indo para o interior cabe destacar as campanhas de castanhal e Paragominas no campeonato brasileiro da série D com o Castanhal fazendo uma excelente primeira fase na competição, mas não conseguiu manter o mesmo ritmo na fase mata-mata da competição sendo eliminada pelo moto clube do Maranhão.


A equipe maranhense conseguiu eliminar o time paraense com duas vitorias, acabando com o sonho do acesso da equipe castanhalense.


Já o Paragominas foi eliminado da série D no mata-mata.


Apesar da vitória de 2 a 1 sobre o Atlético-CE, o Jacaré não conseguiu reverter a vantagem adversária, conquistada no jogo de ida.


Para se classificar, o Paragominas precisava vencer a partida por três gols de diferença.

9 visualizações0 comentário