Segundo OMS, Variante ômicron representa risco muito elevado para o planeta


Imagem: Reprodução.

A nova variante ômicron do coronavírus representa um "risco muito elevado" para o planeta, advertiu a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira (29). Até o momento, não houve registro de morte associada à nova cepa.


"Dadas as mutações que poderiam conferir a capacidade de escapar de uma resposta imune, e dar-lhe uma vantagem em termos de transmissibilidade, a probabilidade de que a ômicron se propague pelo mundo é elevada, afirma a organização em documento técnico. ‘Em função das características podem existir futuros picos de covid-19, que poderiam ter consequências severas”, acrescenta.


Segundo o órgão de saúde, as dúvidas sobre a variante são numerosas: o nível de contágio, e se esta é inerente às mutações constatadas ou ao fato de a variante escapar da resposta imune; o nível de proteção das vacinas anticovid existentes e a gravidade da doença, ou seja, se a variante causa sintomas mais graves.


Casos ligados à nova cepa já foram detectados nos países do G7, situação que levou os ministros da Saúde da França, Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Itália, Japão e Reino Unido a convocar uma “uma reunião de emergência” para discutir a evolução da situação da variante ômicron". As autoridades irão se reunir em Londres, nesta segunda (29).

12 visualizações0 comentário