Servidores do INSS iniciam hoje greve por reajuste salarial



Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS), iniciaram nesta quarta-feira,23, uma greve em todo o Brasil para protestar por reajuste nos salários da categoria, com o objetivo de repor as perdas inflacionárias dos últimos cinco anos.


O INSS sofre há ano com a falta de reposição de servidores aposentados, o que sobrecarrega os trabalhadores e precariza o serviço. A categoria agora questiona por que foi anunciado aumento apenas para policiais federais, policias rodoviários e agentes penitenciários. A disparidade gerou insatisfação em servidores federais, como os do Banco Central, que também organizaram paralizações.


Os servidores pedem um reajuste de 19,9% nos salários para repor a inflação desde 2019. Eles também reivindicam o arquivamento da reforma administrativa e a revogação do teto de gastos – regra que limita os crescimentos das despesas públicas para além da inflação.


Médicos peritos não fazem parte do quadro de servidores do INSS. A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social) manifestou apoio à greve, mas disse que os médicos trabalharão normalmente. Ainda assim, perícias podem ser prejudicadas devido à falta de funcionários em áreas essenciais para o funcionamento das agências.

15 visualizações0 comentário