STF nega pedido de liberdade para ex-professor do Marista


Foto: Reprodução Redes Sociais

No último dia 24 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou um pedido de Habeas Corpus para Adalberto Siqueira Sanches Júnior, que foi preso após acusação pelo crime de estupro de vulnerável, que teria sido praticado contra crianças com idades entre 8 e 12 anos. A sentença foi proferida pelo Ministro Gilmar Mendes.


Hoje, 08, o processo foi transitado e julgado, ou seja, não cabe mais recurso para a negação de pedido de habeas corpus.


No mês de outubro de 2021, os advogados de Adalberto Junior, já haviam feito outro pedido de habeas corpus solicitado ao Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), nessa vez, eles alegaram constrangimento ilegal, o TJPA não entendeu desta forma e negou o pedido.


Relembre o caso do professor:


O professor Adalberto Siqueira Sanches Júnior foi preso, no dia 17 de agosto, sob suspeita de estupro de vulnerável, praticado contra uma criança e uma adolescente que tinham entre 8 e 12 anos.


Adalberto também é acusado de agressão contra um estudante, um adolescente de 15 anos, durante um evento para alunos dentro da unidade escolar.


Durante as buscas os Policiais Civis apreenderam o computador, celular e mídias que ainda estão sendo analisadas pela perícia técnica.


22 visualizações0 comentário