Suspeitos são presos no interior do Pará por homicídio de homossexual. Corpo foi encontrado na mata


Foto: Reprodução redes sociais

Dois homens foram presos pelo assassinato de Jonas Dabe Melo, 40 anos, que aconteceu no dia 18 de setembro deste ano. A prisão aconteceu no interior do Pará e os acusados serão encaminhados para Belém.


Em depoimento à Polícia, os dois homens informaram que a intenção era cobrar uma dívida. O caso ainda está sendo investigado e a Polícia apura se há outras pessoas envolvidas no crime.



Na época do crime, a comunidade LGBTQI do Pará se manifestou pedindo justiça e celeridade nas investigações, e apontou ainda, que o crime seria homofobia.


Entenda o caso


O corpo de Jonas foi encontrado na manhã do dia 18 de setembro, em uma área de mata no ramal da Fazenda, próximo à estrada da Ceasa, no bairro do Curió-Utinga, em Belém. A família trabalha com a hipótese de Jonas Dabe ter sido morto por ser homossexual.


Segundo informações de familiares, o jovem era natural de Igarapé-Miri, na região nordeste do Pará, e estava desaparecido desde a última quinta-feira, 16, quando saiu de casa em Belém. A família ainda procurava Jonas pelos hospitais em Belém, na esperança de encontrá-lo com vida.


22 visualizações0 comentário