Theatro da Paz: Programação especial marca aniversário de 144 anos


Foto/reprodução


Completando seus 144 anos de existência, o querido Theatro da Paz terá uma programação especial, de hoje (15), até o próximo domingo (20), as atrações vão reunir muita dança, além da exibição de um curta-metragem, nos dias 15, 17 e 20 de fevereiro, no Teatro da Paz.



Também, neste mesmo dia 15 de fevereiro, é celebrada a trajetória do maestro Waldemar Henrique, nascido há 117 anos e que deixou um legado à cultura popular da região.


História


O Theatro da Paz foi fundado em 15 de fevereiro de 1878, durante o período áureo do Ciclo da Borracha, quando ocorreu um grande crescimento econômico na região amazônica. Belém foi considerada “A Capital da Borracha”. Mas, apesar desse progresso a cidade ainda não possuía um teatro de grande porte, capaz de receber espetáculos do gênero lírico. Buscando satisfazer o anseio da sociedade da época, o governo da província contrata o engenheiro militar José Tibúrcio de Magalhães que dá início ao projeto arquitetônico inspirado no Teatro Scala de Milão (Itália).


Foi a primeira casa de espetáculos construída na Amazônia e tem características grandiosas: 1.100 lugares, acústica perfeita, lustres de cristal, piso em mosaico de madeiras nobres, afrescos nas paredes e teto, dezenas de obras de arte, gradis e outros elementos decorativos revestidos com folhas de ouro.


Localiza-se na cidade de Belém, no Estado do Pará. Atualmente, é o maior Teatro da Região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil. Com cerca de 130 anos de história, é considerado um dos Teatros-Monumentos do País.


Acompanhe a programação


A partir das 20h de hoje, haverá uma atração em homenagem ao Maestro Waldemar Henrique, com a presença de umas das bandas de maior sucesso artísticos do estado, a Sayonara.


A abertura da programação será feita pela a atriz paraense Ester Sá, que vai interpretar um trecho do espetáculo 'Iracema Voa', em homenagem à dama do rádio Iracema Oliveira, referência na manutenção do Pássaro Junino do estado. Ainda no mesmo dia, outro artista paraense que irá marcar presença, é o violonista Salomão Habib, que vai apresentar as inúmeras obras de Waldemar Henrique, seguido de uma performance do Grupo 'Dançart', ambientada no cenário de uma Amazônia imaginária.


A Amazônia Jazz Band (AJB), encerrará a apresentação na noite, apresentará com repertório que conta com as participações dos artistas, Lucinha Bastos, Lidia Rinecy e Jorge Silva.


O público pode adquirir o ingresso pelo valor de R$ 2,00, com mais 1 quilo de alimento não perecível, podendo assim, ser adquiridos na bilheteria do Teatro ou pelo ticketfacil.com.br.


Já na próxima quinta-feira (17), às 20h, haverá apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz (OSTP) com concerto em homenagem à ópera francesa "Les indes Galantes", de J. P. Rameau; "Meditação de Thaís", de J. Massenet; "Marcha Troiana da Ópera Os troianos", de H. Berlioz; "Suíte da Ópera Os Contos de Hoffmann", de J. Offenbach; "Ballet de Fausto", de C. Gounod; e "Suítes de Carmen", de G. Bizet. Os ingressos serão gratuitos e podem ser retirados na bilheteria do Theatro ou por meio de bilheteria online.


No último da atração, que será no domingo (20), a programação também será gratuita e voltada ao público infantil, com a Cia. Madalenas apresentando o espetáculo "Quando a imaginação nos traz para dentro", às 10h.


No mesmo dia, haverá exibição do curta-metragem de animação “Allegro Pero No Mucho”, do diretor Cássio Tavernard.


Os ingressos serão distribuídos a partir das 9h. A plateia terá ainda crianças atendidas pelas ações do Programa Territórios pela Paz (TerPaz). O acesso à programação é livre, até que seja atingida a lotação do Theatro da Paz.

17 visualizações0 comentário