Um parto emergencial foi realizado por policiais militares em Goianésia do Pará

Atualizado: 15 de jan.



Foto/redes sociais



Nesta sexta-feira (14), uma ocorrência inusitada chamou atenção da Polícia Militar. Segundo a ocorrência, policiais militares conduziram o parto de uma mulher dentro de um veículo, na rodovia PA-150, na cidade de Goianésia do Pará, no sudeste paraense.


Por volta das 15h30, o veículo vindo da Vila Mamorana, às margens do Rio Moju, na zona rural do município, parou em frente ao Posto da Rodoviária Estadual (PRE) da cidade. Dentro do veículo, Gleide Moraes estava em trabalho de parto, acompanhada do marido, Paulo Tiburtino. Os seguiam até o hospital, mas não conseguiriam chegar a tempo na unidade hospitalar, distante cerca de 20 quilômetros.


Já com a bolsa rompida, com perda de líquido amniótico e com contrações uterinas em curto espaço de tempo, os policiais militares identificaram que precisariam fazer o parto dentro do próprio carro, às margens da rodovia. O cabo da Polícia Militar, Renan Melo, com o auxílio dos demais componentes da guarnição, conduziu o parto que trouxe ao mundo o pequeno Paulo Davi. A criança nasceu saudável, com 3.300 kg e 50 cm de comprimento.


Após o nascimento, a mulher e a criança foram encaminhadas ao Hospital Municipal de Goianésia do Pará, onde receberam atendimento médico e ficariam em observação por 24 horas. A Polícia Militar também seguiu até o local, em apoio à família, onde recebeu os agradecimentos da equipe médica. O carro da família foi levado até o local pelo sargento Denis Santos. Mãe e filho passam bem.



37 visualizações0 comentário